Pedro Perino não foi feliz na sua estreia no FIA Karting Academy Trophy, prova do calendário CIK FIA que teve início no passado fim de semana em Wackersdorf, Alemanha. O piloto de Oeiras, representante nacional nesta categoria que visa potenciar o lançamento de novos valores para a modalidade apostando numa filosofia em que todos correm com equipamento idêntico, o que potencia o fator/talento humano, mostrou sempre que pôde a sua competitividade, andando sempre no lote dos sete mais rápidos em pista. Muitas vezes entre os quatro mais rápidos, por uma vez com o melhor tempo e também entre os seis melhores, Pedro Perino errou quando no Qualifying se preocupou em aquecer os seus pneus, perdendo a oportunidade de, desde a saída das boxes se colar aos pilotos mais rápidos, que seriam sempre as suas referências. O resultado final desta ‘pequena distração’ foi a obtenção do 32º tempo (51.607s) entre os 50 participantes, a apenas 0.383 segundos do melhor tempo, o que diz bem da elevada competitividade da categoria. Em boa verdade, este terá sido o único erro cometido pelo jovem português, algo perfeitamente compreensível tendo em conta a sua inexperiência neste tipo de competições.

Muito Azar nas Corridas

Com a prestação evidenciada nos treinos a deixar bons indicadores para as corridas, Pedro Perino viu todas as suas aspirações a uma presença na Final serem ‘amputadas’ em todas as três mangas de qualificação disputadas. Na primeira, a chuva chegou já com os karts em pista para a volta de carburação e a direção de prova optou por não interromper a prova, dificultando muito a prestação a todos os pilotos. Com os incidentes a tornarem-se naturais nestas circunstâncias, o jovem de Oeiras acabou vítima numa destas situações, atingido por outro piloto, sendo forçado a abandonar a nove voltas do fim. O mesmo aconteceu na segunda manga, quando o português foi de novo tocado, o que causou danos no seu conjunto, sendo no final penalizado, caindo para o 19º lugar. Na derradeira manga de qualificação que disputou, já no Domingo de manhã, o jovem português abandonou a oito voltas do fim. Pedro Perino seguia colado a um adversário quando de um grupo logo à sua frente um piloto saiu de pista, entrando na mesma em pião e já sem uma roda. O piloto que Pedro Perino perseguia conseguiu desviar-se, mas o português não teve hipóteses de evitar o embate, a fundo. O chassis ficou totalmente destruído e Pedro Perino, sem quaisquer consequências físicas, foi forçado ao abandono.

O piloto português irá agora preparar a próxima etapa do campeonato, a derradeira do ano para o FIA Karting Academy Trophy, que se disputa no traçado italiano de Sarno a 16 de junho. Entretanto permanece focado no seu imenso programa competitivo para esta temporada, tanto a nível nacional como internacional, em que seguirá como sempre tem sucedido este ano, acompanhado de perto pelo seu ‘coach’, o talentoso Mariano Pires.

Texto: ©Jorge Cabrita
Fotos: ©LRN Photo