IAME Winter Cup: Mari Boya Deslumbra A Todos em Valencia

O espanhol levou o público ao rubro no Kartódromo Internacional de Valencia, mas não foi o único de 'nuestros hermanos' a deixar uma excelente imagem na IAME Winter Cup.

0

 

Mari Boya – Monlau Competicion (Fernando Alonso/X30/MG)

Um olhar atento à grelha de partida da Final da X30 Sénior na IAME Winter Cup de Valencia fazia antever uma corrida fadada para os pilotos ingleses. No entanto, à medida que a prova foi decorrendo, quem gosta de ver corridas passou a seguir com muito mais atenção a forma como um kart branco verde e laranja se ia começando a destacar, galgando posições no pelotão. Mari Boya, estava como dizem os ingleses, ‘on fire and on a mission’, volta a volta focado em não perder o ritmo que lhe permitisse lutar pela vitória. Saindo de 10º, foi subindo a pulso por um pelotão de enorme qualidade até estabilizar na 6ª posição em que concluiu a prova, sendo o melhor espanhol na hora do balanço final da X30 Sénior. Para este espanhol, o fim de semana nem tinha começado bem, ao não fazer melhor que o 28º lugar no Qualifying. Numa categoria recheada de talento, alimentado por 90 participantes, Mari Boya começou a mostrar serviço nas mangas de Qualificação, em que foi 17º, 10º, 7º e 11º. Com tudo isto, saiu de 14º para a Pré-Final, para concluir em 10º e na Final se mostrar ao nível já por nós descrito.

Filip Vava – KR-Sport (Kosmic/X30/MG)

Filip Vava Exibe Enorme Consistência

O fato de estar inserido numa equipa da dimensão da KR-Sport, a mesma de Guilherme de Oliveira, já faz com que se olhe para o espanhol Filip Vava com enorme atenção. E na pista, em Valencia, o espanhol nunca desmereceu a atenção, pois foi sempre pela positiva um protagonista. Na Final, em que por todo o pelotão era muito difícil manter e mais ainda ganhar posições, Vava cresceu na prova e acabou em 8º, três lugares à frente de onde havia começado. Se há característica que Filip Vava deixou bem vincada em Valencia, foi um enorme espírito lutador. No Qualifying de sexta-feira, garantiu o 10º melhor tempo a menos de três décimas da pole position. Depois, foi 4º, 2º, 7º e 5º nas mangas de qualificação, o que lhe deu direito a sair de 6º para a Pré-Final que concluiu em 11º.

Daniel Maciá – Praga España Motorsport – Praga Dragon Evo/X30/MG)

Daniel Maciá, ‘Outra Estrela’ Que Brilha do Outro Lado da Fronteira

Outro dos espanhóis que trazia potencial para uma boa performance era Daniel Maciá, um dos ‘nuestros hermanos’ inseridos na Praga España Motorsport. A sua prestação na IAME Winter Cup passou por altos e baixos e na Final foi o 3º melhor espanhol, concluindo em 11º depois de sair de 6º. Esteve bem na sexta feira durante o Qualifying, garantindo o 4º melhor tempo. No sábado os problemas começaram logo na primeira manga de qualificação, em que saiu de 2º para terminar em 20º. Depois venceu a segunda manga de qualificação e ainda foi 6º e 3º nas outras duas. Motivado para se posicionar bem na Final, saiu de 9º e concluiu em 6º. Os problemas (toques) que o afetaram na Final foram o principal adversário na busca de um melhor resultado.

Nerea Martí – Praga España Motorsport – Praga Dragon Evo/X30/MG)

A ‘Enorme’ Nerea Martí

‘Isto há mulheres que tomara muitos homens’ e ainda mais assim é no desporto motorizado. Nerea Martí é sem dúvida um nome a reter e isso ficou ainda mais patente depois do fim de semana da IAME Winter Cup em Valencia. O fato de esta jovem estar inserida numa estrutura da dimensão da Praga España Motorsport já de si é um sinal para olhar mais atento. Na Final da X30 Sénior em Valencia, Nerea Martí saiu de 22º para na corrida em que ultrapassar é mais difícil chegar ao fim em 12º. Pelo caminho ficaram 10 esforçadas ultrapassagens e uma das melhores performances da corrida. Mas, a jovem piloto não se mostrou apenas na Final. As coisas não começaram bem para ela, ao ser apenas a 39ª mais rápida no Qualifying. Começou-se depois a mostrar ao ser 6ª na primeira manga de qualificação em que ‘galgou’ 10 posições. Prosseguiu pela positiva ao ser 9ª na segunda manga de qualificação e subir mais seis posições. Na terceira e quarta mangas foi 12ª, sempre subindo quatro lugares lugares. Apenas não foi em crescendo na pré-Final, em que saiu de 18ª para ser 22ª. Depois na Final, foi apenas brilhante.

Ayrton Fontecha – MDC Racing (CRG/X30/MG)

Bons Desempenhos de Fontecha e Moya

Numa categoria que no total aglomerou 20 pilotos espanhóis, houve outros nomes com melhor desempenho em Valencia. Ayrton Fontecha, que juntamente com a simpática Albany Del Valle Vivas representava a equipa MDC Racing na categoria, trouxe da Final um excelente 13º lugar, depois de ter partido de 14º. Fontecha foi 25º no Qualifying e depois abandonou na primeira manga de qualificação. Nas restantes, foi 5º por duas vezes e 3º, o que lhe deu o 23º lugar na Pré-Final. Nesta prova que definia a ordem de partida da Final, recuperou até ao 14º lugar, naquela que foi a sua prestação mais vistosa.

Ruben Moya – Piers Sexton Racing (Parolin/X30/MG)

Ruben Moya também teve um bom desempenho em Valencia e na Final poderia ter acabado no top 15, não fora a penalização de cinco segundos que lhe foi atribuída. Ainda assim foi 18º, uma posição acima de onde havia começado a corrida. Ruben Moya, um de três pilotos da categoria em Valencia que optaram pela utilização do chassis Parolin, foi 49º no Qualifying, para depois impressionar nas mangas de qualificação. Caiu sete lugares para ser 27º na primeira. Depois esteve muito bem na segunda ao ser 7º (subiu 12 posições), na terceira sendo 10º (subiu 10 posições) e na quarta, em que tornou a ser sétimo (subiu 13 posições). Com todo este notável desempenho, chegou à Pré-Final para sair de 26º e terminar de novo em grande, no 19º lugar.

Alejandro Lopez Lahoz – Kart Republic Spain (Kart Republic/X30/MG)

Uma última referência para os outros três espanhóis que chegaram à Final da X30 Sénior em Valencia. Alejandro Lopez Lahoz, garantiu o 20º lugar, depois de ter iniciado a corrida em 17º. O piloto era outra das esperanças daquele país num bom resultado, especialmente depois de ter sido 7º no Qualifying (2º melhor espanhol). Nas mangas de qualificação foi 8º na primeira (perdeu 4 lugares), 11º na segunda e na quarta (perdeu 8 lugares) e 3º. na terceira. Na Pré-Final, arrancou em 11º para terminar em 17º.

Também inserido na Kart Republic Spain, Daniel Nogales Lopez saiu de 29º para ser 23º na Final e Isidro Callejas Gomez, ainda na mesma equipa, abandonou a prova a duas voltas da bandeira de xadrez.

Texto: ©Jorge Cabrita
Fotos: ©VVL Sport Image (José Lourenço, Jorge Cabrita)