João Oliveira (DD2 Master), Pedro Pinto (DD2), Guilherme Oliveira (MAX), Tomás Ribeiro (Júnior), João Oliveira (Mini) e Salvador Trindade (Micro).

Academy

Afonso Ferreira desde cedo se destacou chamando a si o melhor tempo dos cronos, largando assim da pole em ambas as mangas.

Na primeira manga após a largada, David Luís (FA) foi quem primeiro tomou a dianteira seguido por Afonso Ferreira (Praga) e Tomás Gomes (Kart Republic), mas ao fim da primeira volta Afonso tomou a dianteira liderando ate ao final da manga, sendo David Luís segundo e Tomás Gomes o terceiro, mais atrás a luta pela quarta posição esteve sempre animada envolvendo João Maria (Birel Art), Tomás Lobo (DR), João Barros (TonyKart) e Gonzalo Pernia (TonyKart), sendo João Barros quem terminou na quarta posição levando a melhor sobre os seus colegas que se envolveram num pequeno toque.

Na segunda manga mais uma vez foi David Luís quem tomou a dianteira seguida por Tomás Gomes e Afonso Ferreira, trio que cedo se separou do resto do pelotão e durante as 10 voltas lutaram por cada palmo de pista trocando várias vezes de posições entre si.

No final foi Afonso Ferreira quem liderou seguido por David Luís em segundo e Tomás Gomes em terceiro, Gonzalo Pernia foi quarto, seguido por João Maria, Tomás Lobo e João Barros.

No somatório dos pontos 1º Afonso Ferreira, 2º Tomás Gomes e 3º David Luís.

No dia seguinte, Afonso Ferreira, continuava bastante competitivo com David Luís bem perto de si. A primeira corrida foi disputadíssima, com Afonso Ferreira a dominar sem nunca puder descansar e com uma intensíssima luta pelos lugares seguintes. Gonzalo Diaz, David Luís e Tomás Gomes, acabariam separados por 0,239s.

Na segunda corrida, Tomás Gomes redimia-se, ficando na frente de Gonzalo Pernia pela “ridícula” vantagem de 0,076s. Afonso Ferreira, sofreria uma “penalização técnica” e cairia para a terceira posição. Igual sorte, teria David Luís, Tomás Lobo e João Pereira.

Contas feitas, Afonso ferreira, sairia deste segundo dia com o melhor somatório, seguido de Tomás Gomes, Gonzalo Diaz, David Luis, João barros, Tomás Lobo e João Pereira.

Afonso Ferreira
Tomás Gomes
David Luís

Pódio de sábado
Pódio de domingo

Micro

Na categoria Micro o pequeno Christian Costoya (TonyKart) foi indomável em ambas as mangas, tomou a dianteira e foi perentório no domínio total e absoluto de ambas as corridas, para a segunda posição a luta foi muito renhida envolvendo vários pilotos, Salvador Trindade (Birel Art)

Pedro Barbosa (Tonykart), Rodrigo Seabra (Kosmic), Rodrigo Vilaça (TonyKart) Martin Nunes (TonyKart) e Lourenzo Campos foram os pilotos que lutaram entre si pelos lugares seguintes, sendo que na primeira manga foi Salvador Trindade quem se qualificou em segundo e Pedro Barbosa que nesta prova se mostrou muito competitivo terminou em terceiro.

Na segunda manga Pedro Barbosa foi desde início mais forte e chamou a si o segundo lugar, sendo o Salvador Trindade o terceiro classificado. Rodrigo Seabra chamou a si a quarta posição em ambas as mangas.

No somatório dos pontos 1º Christian Costoya, 2º Salvador Trindade e 3º Pedro Barbosa.

No Domingo, Christian Costoya venceu a primeira prova e fechou o pódio da segunda com 105 pontos, superou Salvador Trindade por apenas um. Salvador seria segundo nas duas provas enquanto Pedro Barbosa venceria a segunda manga e ficaria no terceiro da geral. Nas posições seguintes, ficariam Rodrigo Seabra, Rodrigo Vilaça, Martim Menezes, Lorenzo Campos, Pedro Cachada, Martim Marques e Afonso Soares.

Christian Costoya
Salvador Trindade
Pedro Barbosa
Largada
Pódio de sábado
Pódio de domingo

Mini

Adrian Malheiros,não teve qualquer problema em vencer ambas as mangas, mesmo não necessitando, pois já se tinha qualificado para as Finais Mundiais por Espanha, deixando assim ao segundo classificado no final do dia de domingo o passaporte para representar Portugal.

Para as posições seguintes estavam três pilotos João Oliveira (Tonykart), José Pinheiro e Guilhermo Pernia sendo este último penalizado na primeira manga por irregularidade técnica.

Na primeira manga João Oliveira levou a melhor chamando a si o segundo lugar, sendo José Pinheiro o terceiro e em quarto ficou João Pinto Coelho.

Na segunda manga Guilhermo Pernia após a largada chamou a si a segunda posição, José Pinheiro voltou a ser Terceiro e João Oliveira desta feita classificou-se na quarta posição.

No somatório dos pontos Adrian Malheiro foi 1º, João Oliveira 2º e José Pinheiro 3º.

A supremacia de Malheiro, manteve-se em todo o fim de semana. No Domingo, tornou a dominar, deixando para os seus adversários a decisão de quem iria às finais mundiais. No entanto, seria outro Espanhol que, desta vez sem “penalizações técnicas” ocuparia o segundo lugar das duas provas. Guillermo Pernia, faria assim dois segundos lugares, deixando para João Oliveira o degrau mais baixo do pódio.

Contas finais de Domingo, Adrian Malheiro sairia do Bombarral, mais uma vez com um “pleno”, seguido de Guillermo Diaz, Miguel Oliveira, Pedro Rilhado, João Coelho, Henrique Oliveira, João Dinis, Francisco Neves e José Pinheiro.

Pódio de sábado
Pódio de domingo
Adrian com um chapéu muito especial, 20 Anos da ISI, homenageia Vítor Mendes colega de equipa.
Largada
GUILLERMO PERNIA DIAZ
JOSÉ PINHEIRO
JOÃO OLIVEIRA
ADRIAN MALHEIRO

Júnior

Classe que tinha o maior número de pilotos, 15 no total, logo após a largada se percebeu que iria ser bastante disputada, pois quatro pilotos estavam na luta pelos pontos, Tomás Ribeiro, Pedro Perino, Duarte Pinto Coelho e Miguel Silva.

Na a largada da primeira manga um pequeno incidente ditou o abandono de dois pilotos, Francisco Serodio e Matilde Ferreira, nas restantes voltas ao circuito do Bombarral a Luta pelas posições foi intensa, mas sem incidentes de maior, Tomás Ribeiro o primeiro, Duarte Pinto Coelho segundo e Diogo Martins o terceiro, Pedro Perino foi o quarto classificado.

Na segunda manga mais uma vez a procura pelos melhores lugar da tabela foi intensa sendo o Tomás Ribeiro o justo vencedor de uma prova que liderou desde princípio, Duarte Pinto Coelho voltou a ser segundo e Miguel Silva terceiro. Diogo Martins que tinha sido terceiro na primeira manga viu-se arredado da luta pelo lugar num toque com outro piloto.

No somatório dos pontos Tomás Ribeiro foi 1º, Duarte Pinto Coelho 2º e Miguel Silva 3º.

No segundo dia de provas, mais do mesmo mas para o terceiro lugar do pódio, haveriam alterações. No fim das provas, Tomás Ribeiro voltaria a impor-se, com Duarte pinto Coelho atrás e, desta feita, José Barros a fechar o pódio. Pedro Perino seria quarto, seguido de Diogo Martins, Miguel Silva, Francisco Serôdio, David Sobreiro, Matilde Ferreira, Diogo Faria, Gonçalo Moura, Rodrigo Santos, Pedro Pinto, José Almeida e Tomás Rodrigues fecharia a contagem.

TOMÁS RIBEIRO
DUARTE PINTO COELHO
MIGUEL SILVA
DIOGO MARTINS
JOSÉ BARROS
MATILDE FERREIRA
LARGADA
PÓDIO DE SÁBADO
PÓDIO DE DOMINGO

Max

Doze pilotos participaram nesta classe e logo nos “livres”, Guilherme de Oliveira mostrou ao que “vinha”. No entanto, durante os “crono”, foi Miguel Corsino que se impôs, vencendo as duas provas e deixando o piloto da TonyKart, sempre a mais de dois segundos. Gabriel Caçoilo, seria terceiro da geral, deixando o quarto lugar para Manuel Alves. Diogo Marques seria quinto, com: Jesse Doorgeest, João Mendes, Bruno Lisboa, Rodrigo Lessa, Dennis Oliveira, Almeida Alexandre e Leonardo Guimarães atrás de si.

No Domingo, durante os cronometrados, desceram ainda mais os tempos e Guilherme de Oliveira, partiu na frente com Miguel Corsino a seu lado. Na primeira Corrida, intensa “luta” entre os dois primeiros, acabou deixando Guilherme ainda mais “folgado”, devido à penalização técnica do seu mais direto adversário (Miguel Corsino). Na segunda prova, Miguel Corsino redimiu-se e obteria a vitória na frente de Guilherme de Oliveira pela “magra” vantagem de 0,277s. Na classificação final, Guilherme de Oliveira seria primeiro, seguido de Miguel Corsino e Diogo Marques.

Diogo Marques, durante os treinos da manha sofreu um acidente tendo caído sobre o disco de travão, queimado a palma da mão direita facto que o obrigou a realizar toda a prova com a mão ligada, mesmo assim demonstrando a sua garra e vontade de vencer, terminando na terceira posição a um ponto de vantagem sobre Gabriel Caçoilo (o Sr. Regularidade desta prova. Nas posições seguintes, ficariam Manuel Alves, Jesse Doorgeest (penalizado na primeira prova), Bruno Lisboa, Rodrigo Lessa, João Mendes, Alex Almeida, Dennis Oliveira, também com penalização na primeira prova e Leonardo Guimarães fecharia a contagem da Max.

MIGUEL CORSINO
GUILHERME OLIVEIRA
GABRIEL CAÇOILO
MANUEL ALVES
LARGADA
PÓDIO DE SÁBADO
PÓDIO DE DOMINGO

DD2 e DD2 Master

Mais uma vez, as categorias DD2 e DD2 Master, participaram em conjunto. Não foi de estranhar que durante os treinos, fossem os representantes da DD2 a andar na frente. Pedro Pinto e Gonçalo Coutinho (DD2), animaram a frente da primeira corrida, enquanto João Oliveira (Master), se “resignou” ao terceiro lugar nessa manga. No entanto, na segunda, seria este piloto da “Master” a vencer.

Pedro Pinto, que sofrendo um toque caindo para último, recuperou até ao segundo lugar a escassos 0,053s do primeiro.

No fim do primeiro dia, Pedro Pinto venceria na geral e DD2, João Oliveira seria segundo e primeiro da “Master”, Bravo Lima seria terceiro, seguido de Mark Dinis e Gonçalo Coutinho (DD2) abandonou na segunda prova por acidente.

Vitor Mendes (Master), participaria nas provas, mas ver-se-ia desclassificado devido a irregularidade técnica.

No segundo dia de provas, novamente Gonçalo Coutinho e Pedro Pinto, dominaram os cronometrados, já nas corridas isso foi diferente. Se na primeira, Pedro Pinto dominou, sendo secundado por Gonçalo Coutinho, na segunda foi o piloto do Junior Team (BirelArt) quem venceu, com Vitor Mendes (DD2 Marter) a redimir-se do dia anterior e a terminar bem perto do primeiro com Pedro Pinto logo atrás. Contas feitas, Gonçalo Coutinho venceria na frente de Pedro Pinto (DD2), seguidos de Vitor Mendes, João Oliveira, Bravo Lima e Mark Dinis na categoria Master.

Texto – Paulo Campos

Imagem – VVLSPORT IMAGE/José Lourenço

DD2 MASTER PÓDIO DOMINGO
DD2 MASTER PÓDIO SÁBADO
VÍTOR MENDES – MASTER
MARK DINIS – MASTER
GONÇALO COUTINHO – DD2
BRAVO LIMA – MASTER
JOÃO OLIVEIRA – MASTER
PEDRO PINTO – DD2
DD2 PÓDIO DOMINGO
DD2 PÓDIO SÁBADO
LARGADA
VENCEDORES TROFÉU ROTAX
JOÃO OLIVEIRA – DD2 MASTER, PEDRO PINTO – DD2, CHRISTIAN COSTOYA – MICRO MAX, GUILHERME OLIVEIRA MAX, TOMÁS RIBEIRO – JÚNIOR, ADRIAN MALHEIRO – MINI MAX E AFONSO FERREIRA MICRO ACADEMY.