Romeu Mello na Iniciação, Tiago Lima na Cadete, Adrain Malheiro na Juvenil, Rodrigo Testa na Junior, Guilherme Oliveira na X30, Rodrigo Ferreira na X30 Super Shifter Sénior, Hugo Marreiros na X30 Super Shifter Master e Ilídio Fernandes na X30 Super Shifter Gentleman são os vencedores da 1ª manga de qualificação da Taça de Portugal, que se realizou hoje no Kartódromo de Palmela.

Com o tempo pouco cooperante, oscilando entre abertas e chuva, deu-se inicio pelas 14 horas aos treinos cronometrados de 10 minutos, daqui saíram os tempos para organizar a grelha de cada categoria e logo foi possível verificar que iriamos ter mangas muito discutidas.

A Iniciação contou com seis pilotos e Guilherme Morgado foi quem conseguiu a pole position com um tempo de 1:36.482.

Logo após a largada Guilherme Morgado e Romeu Mello tomaram a dianteira e cedo se percebeu que iria ser uma manga suada para ambos os pilotos, pois durante as 4 voltas aos 1.270 metros da pista de Palmela várias foram as vezes que ora Guilherme ora Romeu tomaram a dianteira levando ao rubro o muito publico que se deslocou ao Kartódromo de Palmela.

No final Romeu Mello levou a melhor sobre Guilherme Morgado, com a escassa diferença de 0.288. Xavier Lazaro que largou da terceira posição, realizou uma prova segura, terminando na mesma posição. Francisco Iglésias terminou em 4º realizando uma prova tranquila, conseguindo mesmo evitar um toque que envolveu Joana Lima e Francisco Correia. Joana Lima com a necessidade de recuperar tempo realiza a melhor volta, 1.27.858 a uma media horária de 52.03 Km/h, terminando em 5º posição, ficando Francisco Correia em 6º lugar.

Treze foram os pilotos que alinharam na classe cadete, tendo Tiago Lima conseguido o melhor tempo dos cronometrados, 1:21.022.

Após partida Santiago Alves é quem toma a liderança e rapidamente se distancia, mas a partir da 4/5 volta começa a perder ritmo e sobre a forte pressão de Tiago Lima acaba por fazer um pião caindo para a 4ª posição, Rodrigo Seabra que largou da terceira posição realiza uma prova muito consistente perdendo um lugar no decorrer da quarta volta, consegue recuperar no decorrer da sétima volta, terminando na mesma posição inicial.

A Campeã Nacional 2019, Maria Germano larga da quarta posição, e logo na partida sobe dois lugares, mas ainda no decorrer da primeira volta, no miolo da pista, o motor do seu kart quase se desliga, neste impasse Maria Germano perde as duas posições que tinha conseguido e recomeça a sua recuperação acabando no 2º lugar a 0.052 do vencedor Tiago Lima.

Na juvenil alinharam 12 pilotos, tendo Miguel Couteiro conseguido a pole position, 55.627, qual Ayrton Senna há 34 anos atrás no Autódromo do Estoril, exatamente num dia chuvoso como o de hoje, a escassos 0.020 do melhor tempo do Campeão Nacional Adrain Malheiro.

Na Largada a primeira dezena de metros foram realizados lado a lado, com Arian a fazer valer a sua larga experiencia em pista, ficando Miguel colado na sua traseira, durante as 10 voltas restantes foi fácil perceber que Adrian estava com uma excelente afinação no miolo da pista e Miguel ao contrario tinha mais velocidade em recta. Malheiro termina em 1º e Miguel Couteiro em 2º. Para o lugar mais baixo do pódio assistimos a uma grande luta entre 3 pilotos, Diogo Castro, Manuel dos Santos e José Pinheiro, que da primeira volta há ultima discutiram cada palmo de terreno, tendo Diogo Castro levado a Melhor.

A Júnior foi a categoria que mais pilotos teve, 19 no total.

Nos cronometrados rápido se percebeu que seria a que iria dar mais dores de cabeça, o que começou logo na entrada na pré grelha para a 1ª manga de qualificação, com vários pilotos a hesitarem nas afinações e pneumáticos deveriam de usar, pois o tempo estava muitíssimo instável, terminando o tempo estipulado, porta fechada e 6 pilotos do lado de fora.

Santiago Ribeiro detentor da pole position, 1.06.285, optou pelos pneus de chuva, tal como vários outros pilotos opção que logo após a segunda volta se percebeu que não seria certa pois parou de chover e a pista estava a secar rapidamente.

Prova muito discutida com quase todos os 13 pilotos que alinharam a se envolverem em toques, resultando uma longa lista de penalizações no final da prova. Desta feita Rodrigo Testa do Cabo Júnior Team, que largou da sexta posição realiza uma excelente recuperação e logo na segunda volta toma a dianteira, posição que perde na ultima volta para o piloto José Barros, na terceira posição termina Miguel Silva. No entanto e após penalizações a oito dos treze pilotos que participaram nesta manga, Rodrigo Testa é 1º, Tomás Ribeiro 2º e José Barros 3º.

A classe X 30, com 18 pilotos inscritos foi Guilherme Gusmão, piloto que esteve ausente durante o corrente ano das nossas pistas, regressou logo da melhor maneira, e chamou a si o melhor tempo dos cronometrados. 104.846.

Na largada o Campeão Nacional 2019, Guilherme Oliveira não deixou os créditos em mãos alheias e tomou a liderança sem mais a largar, terminando em 1º.

Guilherme Gusmão, perde 2 posições logo na largada, mas que consegue recuperar no decorrer da quinta volta, chamando a si o 2º lugar.

Manuel Leão larga da terceira posição perde uma posição na 1 volta que recupera no decorrer da 6ª volta terminando em 3º.

Na X30 Super Shifter, foram 16 os pilotos presentes, tendo sido Tiago Teixeira o mais rápido nos cronos com o tempo de 101.912.

Com a largada foi fácil de perceber que iríamos assistir a uma manga fantástica, sendo o grupo da frente constituído por Rodrigo Ferreira que liderava seguido por Tiago Teixeira e por fim Yohan Sousa, Tiago pressionava muitíssimo Rodrigo e no decorrer da segunda volta Yohan aproveita a pressão exercida por Tiago e passa para a segunda posição, terminada a corrida Rodrigo Ferreira é 1º da Sénior, Yohan Sousa 2º e Tiago Teixeira 3º.

Hugo Marreiros larga da oitava posição conseguindo uma excelente recuperação termina no 4º lugar da geral e 1º da Master.

Ilídio Fernandes, também ele realiza uma excelente prova recuperando dois termina em 11º da geral e em 1º da Gentleman.