Rui Pereira

O Júnior Racing Team foi uma das mais representadas equipas portuguesas presentes na Copa Rotax 2019, prova que se disputou no passado fim de semana no Kartódromo Internacional de Zuera, nos arredores da ‘muy caliente’ cidade espanhola de Saragoça. Divididos por seis das sete categorias que competiram no traçado espanhol, foram oito os pilotos sob a responsabilidade da equipa brilhantemente liderada por Mário Almeida: João Maria Pereira (Micro-Academy), Pedro Rilhado (Mini), Diogo Martins (Júnior), Gabriel Caçoilo (Max), Diogo Marques (Max), Gonçalo Coutinho (DD2), Duarte Castro (DD2 Master) e Rui Pereira (DD2 Master).

Os grandes feitos nesta prova que premiava o vencedor de cada categoria com o apuramento direto para as Finais Mundiais Rotax, que terão lugar de 19 a 26 de outubro no Kartódromo de Sarno (Itália), vieram das categorias Max e DD2 Master, onde Gabriel Caçoilo (Max) e Rui Pereira (DD2 Master) foram protagonistas na luta pela vitória.

Gabriel Caçoilo

Gabriel Caçoilo esteve forte aos comandos do FA do Júnior Racing Team na categoria Max, particularmente no dia de sábado em que, com um excelente desempenho na Corrida Final 2, venceu na frente de forte concorrência. Já nesse dia o piloto de Aveiro havia mostrado muito bom ritmo, ao ser o 4º mais rápido nos treinos cronometrados e 6º classificado na Corrida Final 1. No Domingo, as coisas não lhe correram de todo bem, especialmente nas corridas, com uma penalização a colocá-lo bem abaixo do top 10 (15º) na Final 1 e depois, ao não conseguir melhor que ser 12º na Final 2. Nas contas finais da categoria na Copa Rotax 2019, Gabriel Caçoilo foi 7º classificado, entre 18 participantes.

Na categoria DD2 Master, Rui Pereira desde logo se mostrou um dos candidatos à vitória e ao ‘bilhete’ para Sarno, vencendo no primeiro dia, após conquistar ambas as Finais. No Domingo, as ambições do talentoso piloto português acabaram por cair por terra, quando não foi além do 4º lugar na Final 1, situação que piorou na Final 2, com o jovem do Birel ART a ser forçado a abandonar a quatro voltas do fim. Rui Pereira acabaria por concluir a Copa Rotax 2019 no 2º lugar, bem perto de concretizar o seu objetivo de vitória.

Nas outras categorias, os pilotos da Rotax, uns com melhor desempenho que outros, conseguiram mostrar bom ritmo, embora nalguns casos o azar tenha condicionado as suas prestações. Na Micro Academy, João Maria Pereira concluiu a sua participação na Copa Rotax 2019 em 7º, Pedro Rilhado foi 12º na Mini, Diogo Martins foi 9º na Júnior, Diogo Marques foi 16º na Max, Gonçalo Coutinho foi 19º na DD2 e Duarte Castro foi 6º na DD2 Master.

“O fim de semana em Zuera foi muito duro, pois esteve sempre muito calor a dificultar ao máximo o nosso trabalho e a prestação dos nossos pilotos”, disse Mário Almeida, responsável máximo do Júnior Racing Team. “De qualquer forma, estou muito satisfeito em termos gerais com o desempenho que tivemos como equipa nas várias categorias em que nos apresentámos, com destaque óbvio para a brilhante vitória do Gabriel Caçoilo na Corrida 2 de sábado, assim como para a espetacular exibição do Rui Pereira, que nas primeiras provas que disputou este ano, venceu as duas corridas de sábado. Foi uma pena não conseguirmos a vitória do Rui na Copa Rotax em DD2 Master, pois trabalhámos muito para esse resultado e acabámos por ‘morrer na praia’. Ainda assim, estou muito satisfeito com o desempenho da nossa equipa e pilotos no complicado fim de semana da Copa Rotax, uma boa iniciativa da Korridas, que desde já aproveito para felicitar.”

Texto: ©ComuniKart
Fotos: ComuniKart/VVL Sport Image