Qua. Out 21st, 2020

Tudo sobre o Karting de competição

Saudi Asphalt Knights Vence GP de Natal KIP 2018

5 min read

 

Era já de noite, bem fria pro sinal, quando a Saudi Asphalt Knights cruzou a linha de chegada, após seis horas de uma corrida espectacular no Kartódromo Internacional de Palmela, ali bem às portas de Lisboa.

Foram 23 as equipas que disseram sim ao chamamento do Kartódromo Internacional de Palmela para uma prova de resistência com seis horas de duração, em karts idênticos. Para esta prova, foram seleccionados os Sodi GT 4-R, equipados com motor Honda de 390cc (13cv). A organização não olhou a meios para garantir que os equipamentos eram equivalentes em termos de potência e fiabilidade, tendo passado centenas de horas a rodar todos eles em pista, o que totalizou uns milhares de voltas ao traçado. Nesse sentido, desde já os parabéns ao KIP pela seriedade com que encarou esta edição do Grande Prémio de Natal.

Saudi Asphalt Knight Impõe-se Após Intenso Duelo a Quatro

As provas de resistência, em que os karts utilizados são movidos por motores de 4 tempos, têm-se vindo a tornar cada vez mais profissionais, tal a seriedade e empenho com que as equipas se vão preparando e criando rotinas bem próprias da competição. Na prova de Palmela isso ficou bem visível pela organização que movia todas as equipas, mas algumas eram realmente ‘máquinas’ de eficiência.

Desde o início da prova, a Saudi Asphalt Knights foi demonstrando ao que vinha, com a eficiência de um relógio suíço. Recheada de ‘gente’ com provas dadas neste tipo de provas e não só, esta equipa baseada na Arábia Saudita foi construindo um resultado de topo, com grande equilíbrio no desempenho de todos os seus pilotos, factor determinante para se vencer neste tipo de competições.

Ao fim de seis horas de corrida, venceu a Saudi Asphalt Knights, seguidos do Clube Millenium BCP Elite, a apenas 22.169 segundos. A 43.133 segundos chegou na 3ª posição a PRT, que completou o pódio. Não deixa de ser interessante verificar a distância que separou os três primeiros ao fim de tantas horas de corrida. Aliás, estas três equipas eram mesmo as mais fortes, não só pelo ritmo imposto mas também pela forma como aliaram o andamento à tremenda eficácia do trabalho de boxe.

A equipa francesa Kart & Diem Compétition chegou em 4º, já com uma volta de atraso, seguida da Racing Aces. Aqui vos deixamos a classificação final, antes de iniciarmos o relato de alguns factos interessantes deste evento do qual também disponibilizarmos um pequeno álbum de fotos.

Factos Relevantes do GP Natal KIP 2018

Em imagens e com factos, aqui ficam alguns ‘detalhes’ a reter da edição 2018 do Grande Prémio de Natal KIP, em Palmela.

A exemplo do que é um dos seus cartões de visita, o KIP revelou toda uma competência organizativa que é de enaltecer, na hora de fazer o balanço final da prova. Do ponto de vista competitivo, a organização esteve perfeita, assegurando verdade desportiva e segurança a todos os participantes. Além disso, não olhou a meios para garantir que todos estavam munidos de equipamento igual para lutar pela vitória e sobretudo, para se divertirem em pista. Como se tudo isso não bastasse, esteve sempre presente a simpatia e a capacidade de bem receber das ‘gentes’ que fazem deste kartódromo um marco de sucesso no panorama do karting nacional.
Todos diferentes, todos iguais. Com isto queremos dizer que, em Palmela, todos competiam por estruturas diferentes, todos para dar o seu melhor durante uma corrida de seis horas. Mas, todos estavam pelo mesmo objectivo, participar. O karting não escolhe idades e é desporto que gera devoção eterna. É uma das poucas áreas do automobilismo que nunca é vista com desprimor e à qual sempre acabamos por voltar e sempre com prazer. Em Palmela, entre todas as equipas participantes, quisemos destacar esta que revela bem como a paixão do karting é intemporal. Estes quatro, idades à parte, divertiram-se ‘à brava’ e mostraram que para ser rápido os cabelos brancos não fazem diferença.
Talento puro by Henrique Chaves. Este piloto português, uma ‘estrela em ascensão’, não enjeitou o convite de amigos para fazer parte da equipa PRT, que assegurou o derradeiro lugar do pódio. Ausente dos karts há alguns anos por força da perseguição de um objectivo de carreira no desporto motorizado, voltou a andar num ‘teco teco’ este fim de semana. Ao fim de algumas voltas de adaptação, brindou-nos com uma exibição de puro talento, ‘carregando a equipa às costas’ com eficiência determinante para que esta tivesse obtido um pódio no final. Dava gosto vê-lo em pista, a guiar como um relógio suíço, tal a consistência no volta a volta. Para quem esteve atento à sua condução, não deixou de impressionar a precisão de um desempenho que parecia desenhado a ‘régua e esquadro’. Que delícia!
Esta jovem ‘felina’ escolheu o cor de rosa para que na pista se pudesse identificar uma ‘pantera’ ao volante. Brincadeiras à parte, a piloto do kart #3, em orgulhosa representação da Sixfourfun, foi a única mulher a exibir-se em pista em condições iguais aos restantes participantes do GP de Natal KIP 2018. O karting não escolhe idades nem sexos e é salutar que as mulheres ‘abracem’ este desporto que também serve de formação a uma melhor condução no dia a dia.
Nesta edição da prova de seis horas em Palmela, o KIP inscreveu uma equipa que, desde logo, poderia ser encarada como candidata à vitória. Recheada de bons valores atualmente a competir no Nacional de Karting, esta formação era composta por Yohan Sousa, Alex Areia, Miguel Silva e Tomás Caixeirinho. As aspirações a um lugar de relevo caíram por terra quando a dependência da telemetria do smartphone utilizado se revelou fatal, logo na primeira paragem de rotina nas boxes. Bem cedo penalizada com cinco voltas, esta formação fez o possível para honrar o seu nome, deixando ainda assim uma boa imagem em pista.

Imagens Marcantes no GP de Natal KIP 2018

This slideshow requires JavaScript.

Texto: Jorge Cabrita
Fotos: VVL (José Lourenço, Jorge Cabrita)

Translate »
error

Gostou do nosso trabalho? Por favor, partilhe :)

LinkedIn
Share
Ir para a barra de ferramentas