Ter. Out 27th, 2020

Tudo sobre o Karting de competição

Troféu Rotax: Gonçalo Coutinho e Vítor Mendes Sobressaíram nas Categorias DD2 Ontem em Viana

2 min read

 

Tal como já havia sucedido em Palmela, durante a primeira jornada dupla da edição deste ano do Troféu Rotax, ontem em Viana do Castelo as categorias DD2 e DD2 Master correram juntas, com oito pilotos a lutarem em cada uma delas pela vitória no Dia 1 da 2ª etapa do Troféu Rotax, prova da égide da Korridas.

Na categoria DD2, com três pilotos em pista, sobressaiu Gonçalo Coutinho (Tonykart), com o piloto do Júnior Racing Team a garantir a pole position (43.041s).

Na Final 1, Coutinho tornou a superiorizar-se à concorrência, vencendo a prova, separado de 0.919s relativamente ao segundo classificado, Pedro Pinto (Tonykart), que ainda efetuou a volta mais rápida da corrida (43.542s), no conjunto da QZ Kart. António Teixeira, num Birel ART, garantiu o 3º lugar.

Gonçalo Coutinho (Tonykart)

Na Final 2, quase se poderia dizer que tudo se passou a papel químico da primeira, pois as posições na prova foram as mesmas. Gonçalo Coutinho venceu, desta feita no entanto de forma bem mais confortável, com 3.912s de avanço sobre Pedro Pinto, com o piloto do Júnior Racing Team a garantir ainda a volta mais rápida (43.523s). António Teixeira foi 3º. Na soma das duas corridas, tudo foi igual, no posicionamento dos três primeiros.

Vítor Mendes (Praga)

Na DD2 Master, foi Vítor Mendes quem controlou os acontecimentos, em todas as fases importantes do dia. O piloto do Praga do Paulo Pita Racing Team começou por obter a pole position durante a manhã, cronometrado em 43.134s no traçado de 1.117 metros.

Na Final 1, Vítor Mendes liderou desde o início, triunfando com 3.420s de vantagem sobre João Oliveira (Tonykart). O piloto do #510 Praga ainda efetuou a volta mais rápida da corrida (43.666s). Bravo Lima, também num Praga, garantiu a 3ª posição, seguido de Mark Dinis e António Teixeira, ambos em Birel ART. Tal como na categoria DD2, a Final 2 da DD2 Master produziu exatamente a mesma classificação final, com Vítor Mendes a vencer, desta vez com apenas 1.255s de avanço para o mais direto perseguidor e de novo obtendo a volta mais rápida, em 43.650s. João Oliveira foi 2º, seguido de Bravo Lima, Mark Dinis e António Teixeira.

This slideshow requires JavaScript.

Texto: ©Jorge Cabrita
Fotos: ©VVL Sport Image/José Lourenço

Translate »
error

Gostou do nosso trabalho? Por favor, partilhe :)

LinkedIn
Share
Ir para a barra de ferramentas