Abril 22, 2021

Tudo sobre o Karting de competição

DUARTE-PINTO-COELHO

Em tempo de pandemia, uma Taça de Portugal de Karting sem festa, mas muito emotiva!

Categoria que contou com 10 pilotos em pista, e com muitos valores individuais, logo nos treinos se percebeu o quanto esta categoria iria ser discutida.

Nos treinos cronometrados Pedro Cachada foi quem conseguiu o melhor tempo realizando os 1,531m do traçado algarvio em 1:01.661, conseguindo uma media de 89.39 Km/h.

Nas duas mangas de qualificação cinco pilotos se destacaram, Pedro Cachada que tinha conseguido a pole-position e Duarte Pinto Coelho trocaram varias vezes de posição na liderança, sendo o segundo a ditar as regras, vencendo ambas as mangas, ficando Pedro Cachada na segunda posição. Em ambas as mangas de qualificação Santiago Alves, sempre muito lutador chamou a si o terceiro lugar, sendo que na segunda sofre uma penalização de 5 segundos relativo à carenagem frontal fora do sitio, caindo para a quinta posição, Rodrigo Vilaça ocupa a quarta posição em ambas as mangas, e a encerrar os cinco da frente classificou-se Diogo Castro. Na segunda manga de qualificação Diogo Castro que terminou na quarta posição beneficia da penalização de Santiago Alves, e assume a terceira posição, Francisco Costa, também com uma excelente prestação termina na quarta posição, mas também ele é penalizado em 3 segundos por saída parcial dos corretores, caindo para a sexta posição, beneficiando Rodrigo Vilaça que como dissemos atrás assumiu a quarta posição.

Na pré-final Santiago Alves lidera durante 10 voltas, é superado por Duarte Pinto Coelho na ultima volta, sofrendo ainda uma penalização de 5 segundos por ter a carenagem frontal fora do sitio, o que o empurrou para a terceira posição final. Pedro Cachada que terminou na terceira posição, sobe para segundo, Francisco Costa, mais uma vez confirma o seu excelente momento de forma, terminando na quarta posição, mas não consegue evitar uma penalização de 10 segundos pela sua saída integral dos corretores durante a largada, caindo para a nona posição.

Diogo Castro também ele a realizar uma excelente prova, recupera uma posição subindo para a quarta posição, Rodrigo Vilaça, a braços com problemas no seu kart, perde duas posições terminando na quinta posição final.

Na Final Duarte Pinto Coelho largou da frente e foi alternando a liderança com Santiago Alves, luta que durou cinco voltas, altura em que Alves foi forçado a abandonar. Daí até ao final, Duarte Pinto Coelho dominou, consegue a volta mais rápida em 1m01,975s, e sagra-se vencedor da Taça de Portugal e somando este titulo ao de campeão nacional.

This slideshow requires JavaScript.

Pedro Cachada, sempre com um andamento forte, garantiu a segunda posição e Francisco Costa recupera seis posições garantindo o terceiro lugar, Frederico Pinto Coelho e José Almeida ambos recuperam três posições, fechado o top-5. Lamentavelmente Diogo Castro termina na terceira posição, depois de realizar uma excelente prova, mas uma penalização de 10 segundos por saída integral dos corredores, relegou-o para o sexto lugar.

Texto – José Lourenço

Fotos – VVL SportImage/José Lourenço

Translate »
error

Gostou do nosso trabalho? Por favor, partilhe :)

LinkedIn
Share