Dom. Set 20th, 2020

Tudo sobre o Karting de competição

Rosso, Renaudin, Minì e Bergstrom Vencem Derradeira Etapa da WSK Final Cup

4 min read

 

Início da Final da 60 Mini ontem em Adria

O dia de ontem foi forte exemplo de um verdadeiro festival de talento à chuva, em Adria Karting Raceway. Os 230 pilotos participantes na derradeira etapa da WSK Final Cup, estiveram em altíssimo nível no lindíssimo traçado transalpino, num dia em que as condições atmosféricas não deixaram tarefa fácil à tomada de todas as decisões nas quatro categorias, todas elas com os títulos em aberto desde a etapa anterior. Com a chuva a marcar presença durante todo o fim de semana, o circuito esteve sempre bastante encharcado, forçando os pilotos a usar de mestria ao volante dos seus karts. Com a etapa de Adria, concluiu-se a campanha competitiva este ano para a WSK Promotion, que regressa às pistas em 27 de Janeiro de 2019, na WSK Champions Cup.

Joel Bergstrom (Parolin/TM/VEGA) – 60 Mini

60 Mini: Bergstrom Vence a Final, Mas Powell Leva a Taça
A 60 Mini foi aquela categoria em que a competição foi mais intensa e houve mais pilotos a poderem almejar a vitória na Final. Por isso e com a chuva a tornar o resultado das corridas muito dependente do factor sorte, acabaram também por haver alguns toques que precipitaram penalizações. Um pouco indiferente a tudo isto esteve Joel Bergstrom (Parolin/TM/VEGA), que cedo se impôs na liderança, chegando mesmo à vitória da prova. Os dois russos, Alexandr Tibekin (DR/TM) e Alexander Gubenko (Parolin/TM), andaram forte na corrida, mas acabaram por sofrer penalizações que os fizeram cair na classificação. Com isto, outro russo, Kirill Kutskov (Parolin/TM) acabou por subir ao 2º lugar, na frente de Alex Powell (Energy/TM), que com o pódio garantiu a vitória final na WSK Final Cup. Uma prestação que tanto mais se valoriza, tendo em conta que o fim-de-semana foi muito difícil para o jamaicano que nunca conseguiu andar entre os lugares da frente. Na Final, do meio do pelotão, com a chuva a tornar a corrida uma lotaria, Powell conseguiu gerir muito bem a sua prova, subindo degrau a degrau, até ao pódio que lhe garantiu ‘a taça’.

Gabriele Minì (Parolin/Parilla/VEGA) – OK Júnior

OK Júnior: Minì Vence Finalmente e Barnard Conquista o Troféu
O italiano Gabriele Minì (Parolin/Parilla/VEGA) e o britânico Taylor Barnard (KR/Parilla) venceram as suas Pré-Finais, mas foram ambos ultrapassados logo no início da Final, pelo australiano James Wharton (FA/Vortex). No entanto, Minì revelou grande ritmo à chuva e cedo recuperou a liderança da corrida. James Wharton acabou por não evitar ser superado pelo russo Kirill Smal (TonyKart/Vortex), ao mesmo tempo que Taylor Barnard caía para o 4º lugar. As posições na frente não mais se alteraram e Minì venceu a corrida em Adria. Com o 4º lugar final, Taylor Barnard assegurou a conquista da Final Cup na OK Júnior.

Andrea Rosso (Parolin/TM) – OK

OK: Andrea Rosso Mas o ‘Troféu’ Fica Com Travisanutto
A Final da OK foi uma corrida cheia de ‘voltas e reviravoltas’, facto que apimentou a espectacularidade da prova e deixou o suspense dominar. O dinamarquês Niklas Nielsen (Praga/Parilla/Bridgestone), que venceu a Pré-Final B e o italiano, Lorenzo Travisanutto (KR/Parilla), vencedor da Pré-Final A, acabaram por perder prematuramente as chances de vencer a prova na Final, ambos abandonando. Travisanutto ainda liderou, mas acabou superado pelo suíço Leandro Anderruti (KR/Parilla), antes de ver a corrente do seu KR partir e o deixar parado na pista. Com uma bela ponta final, acabou por ser outro italiano o protagonista da corrida. Andrea Rosso (Parolin/TM), chegou à traseira de Anderruti e passou, assumindo a ponta da prova, para não mais a largar. Bela vitória do italiano na pista de Adria. Anderruti tentou manter a 2ª posição, mas acabou superado pelo holandês Kas Haverkort. Mesmo abandonando a corrida, Lorenzo Travisanutto venceu a Final Cup na categoria OK.

Adrien Renaudin (SodiKart/TM/Bridgestone) – KZ2

KZ2: Renaudin Domina em Toda a Linha
O francês Adrien Renaudin (SodiKart/TM/Bridgestone), acabou por estar imperial na pista de Adria, voltando a concluir um fim de semana sem ser batido. Mais que isso, venceu a Final e levou ‘para casa’ o primeiro lugar na WSK Final Cup. Renaudin saiu para a Final na pole position e desde logo se foi embora dos demais participantes. O suíço Jean Luyet (CRG/TM), tomou a 2ª posição mas nunca esteve em condições de pressionar o líder. Bela corrida fez Axel Bengtsson (Kosmic/Vortex), ao iniciar a Final em 12º e recuperar até ao 2º lugar, após superar Luyet. No entanto, o sueco acabou por ser penalizado, por ter o bico mal colocado no seu kart. Quem beneficiou desta situação foi o holandês Dylan Davies (DR/Modena), que havia superado Luyet e subiu ao 2º lugar, após a penalização do sueco. Luyet ficou com o derradeiro lugar do pódio.

Texto: André Maurício
Fotos: Sport in Photo, Press.net Images 

Translate »
error

Gostou do nosso trabalho? Por favor, partilhe :)

LinkedIn
Share
Ir para a barra de ferramentas